Criança x Tecnologia

CRIANÇAS_TABLET2Imagem do Google

Hoje temos crianças menores de 5 anos que  já manipulam celulares e computadores a ponto de  encantar os adultos.

As crianças e adolescentes com seus celulares e tablets conseguem ter acesso as informações em tempo real, com a agilidade e curiosidade que lhes é peculiar, conseguem aprender muito rápido como usar esses aparelhos por mais sofisticados que pareçam.

Até que ponto a curiosidade pode ser prejudicial à saúde?

Já está comprovado que o uso indiscriminado desses recursos tecnológicos é prejudicial à saúde, causando transtornos como: obesidade, sedentarismo, alterações no sono, da fala e audição.

Mais que as crianças, os adolescentes demonstram na escola os efeitos do uso indiscriminado desses recursos tecnológicos através do comportamento, do baixo rendimento escolar e mostram-se desinteressados e cansados, como se estivessem em outro universo.

É impossível evitar que eles tenham acesso a esses recursos, pois estamos falando de uma geração que nasceu cercado por eles, mas é necessário pôr limites para que não se tornem dependentes. Como sabemos todo tipo de excesso torna-se prejudicial.

Nós como responsáveis devemos estabelecer horários para que nossas crianças fiquem a frente do computador, respeitando sempre os horários para estudo, atividades físicas e brincadeiras, não permitir que façam uso do celular ou tablets no horário das refeições, mas para que isso aconteça temos que dar o exemplo.

Nesse universo virtual com apenas um clique, eles tem a sua disposição uma variedade de jogos eletrônicos, até mesmo acesso a sites impróprios para sua idade, salas de bate-papo onde encontram pessoas para quem podem falar de seus “problemas” e aí está o perigo, é onde os pedófilos se aproveitam para conquistar mostrando-se solidário e amigo.

Até mesmo porque um problema que para nós parece insignificante para um adolescente pode ser muito grave, logo, a pessoa que lhe der atenção com certeza vai conquistar sua confiança.

Devemos resgatar a convivência familiar, adequando as atividades das crianças e supervisionando o uso dessa tecnologia através de sistemas de segurança que bloqueiam os conteúdos impróprios para crianças e adolescentes.

Agora, vamos falar do lado positivo dessas ferramentas tecnológicas, hoje temos crianças e adolescentes mais informados, capazes de discutir sobre vários assuntos. Eles conseguem conhecer lugares, culturas diferentes sem precisar viajar.

Os jogos eletrônicos auxiliam para o desenvolvimento do raciocínio.

Nas escolas, o uso da internet como busca e pesquisa contribuem para o aprendizado e acesso mais rápido as informações.

As redes sociais se usadas de maneira correta só tem a contribuir tanto na área da educação, entretenimento e informação.

E para concluir a regra é: não proibir, acompanhar sempre e limitar quando preciso.

Abraços,

Viglaides de Fátima Brião

3 pensamentos sobre “Criança x Tecnologia

  1. Ameiii o post! Concordo que não devemos proibir e sim controlar o uso, começando pelo exemplo! Post mais que perfeitooooo!
    Bjãoooooo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s